ITABORAÍ *

Localização  : Praça Dr. Celso Nogueira atrás da Casa do Futuro

Itaboraí - RJ





Augusto e Carolina foram os protagonistas uma linda história de amor aconteceu na Ilha de Paquetá, mas no imaginário de Joaquim Manoel Macedo autor de um dos mais famosos romances do Brasil chamado "A Moreninha".

Mas o que isso tem a ver com Itaboraí?

É que ele, Joaquim, nasceu nessa cidade.

Não se sabe ao certo como a cidade recebeu esse nome, mas Ita é pedra, Porang é bonita, e Y é rio, água. Portanto Ita+Porang + Y virou Itaboraí que é o "rio da pedra bonita" em Tupi.

Conta a história que os índios deram o nome a essa região por haver no fundo de uma fonte de rio um pedaço de quartzo incrustado em uma pedra que os encantava. E cá entre nós, um quartzo (também conhecido como cristal de quartzo) é uma pedra bonita mesmo!

O certo é que a cidade foi o resultado da fusão de 3 importantes vilas conhecidas como Vila de Santo Antônio de Sá, a Vila de São de Itaboraí e a Vila Nova de São José Del Rey e por ela passaram muitas pessoas importantes do Império.

Atualmente Itaboraí tem cara de cidade grande e não tem mais o jeito das cidades imperiais, mas possui muitos monumentos tombados pelo patrimônio histórico  que merecem ser estudados e visitados.

A pedra de Itaboraí mudou, mas continua bonita!!

Clique na imagem para ver!!!


LINHA: ITABORAÍ (ALDEIA DA PRATA) - ALCÂNTARA (aceita bilhete único)

LINHA: ITABORAÍ (APOLO III) - NITERÓI (aceita bilhete único)

LINHA: ITABORAÍ (CABUÇU) - RIO DE JANEIRO (aceita bilhete único)

LINHA: ITABORAÍ (CURUZU) - ALCÂNTARA (aceita bilhete único)

LINHA: ITABORAÍ (ITAMBI) - NITERÓI (aceita bilhete único)

LINHA: ITABORAÍ (VENDA DAS PEDRAS) - ALCÂNTARA (aceita bilhete único)

LINHA: ITABORAÍ (VENDA DAS PEDRAS) - NITERÓI (aceita bilhete único)

LINHA: ITABORAÍ (VENDA DAS PEDRAS) - RIO DE JANEIRO (aceita bilhete único)