SANTA CRUZ

Local da Base da Força Áerea Brasileira,  Santa Cruz mantém o tempo guardado e protegido. 
Longe? De quê? Das turbulências diárias que os outros bairros possuem? 
Santa Cruz é bucólica, calma e com uma tranquilidade que faz com que seus moradores assumam o mesmo comportamento padrão do lugar.
O verde é uma característica que abraça todo o lugar com construções, predominantemente, planas e com poucos prédios que possuem áreas avantajadas e bastante arejadas.
Os índios da tribo Tupi-Guarani chamavam o local de Piracema (Pira= peixe Sem = sair, brotar, nascer), "peixe que sai" ou "peixe que nasce",  porque, devido às  praias protegidas pela baía e pelas ilhas que servem de quebra-mar, davam proteção para os peixes que precisam se desenvolver.
O nome do bairro passou a ser adotado por conta da Real Fazenda de Santa Cruz, local em que o Príncipe Regente desfrutava das férias no verão e de lá despachava ou fazia audiências e recpeções, tendo inclusive passado sua lua-de-mel com a Imperatriz Leopoldina mudando o nome para Imperial Fazenda de Santa Cruz. Legal né?
O tamanho do bairro é desfavorável ao desenvolvimento, mas o mantém com a mesma característica do passado.  Isso é uma vantagem ou desvantagem?

Não sabemos, mas Santa Cruz tem muita história que pode ser lida no endereço http://pt.wikipedia.org/wiki/Santa_Cruz_(bairro_do_Rio_de_Janeiro)

Subpáginas (2): PONTO CASTELO PONTO ESTAÇÃO