PRAÇA SECA

Se Jacarepaguá tivesse um coração ele seria a Praça Seca.

É show morar lá

Lugar bucólico, calmo e, ao mesmo tempo, movimentado...
É a feira de domingo, e a feirinha no sábado, é baile no clube nas sextas, é praça todo dia...
Restaurantes? Que tal a Gruta do Barão? E o Bosque da Praça?
Seu nome tem origem por conta de um dos grandes donos de terras do tempo do Império: Martim Correa de Sá, o Visconde de Asseca
O Visconde era dono de quase tudo por lá e pelos idos de 1777 resolveu doar uma parte de suas propriedades para a comunidade.
Daí surgiu o Largo do Visconde de Asseca e, mais tarde, Largo do Asseca ou Largo Asseca
Pronto, para um largo virar uma praça não custa.
Portanto o Largo Asseca virou a Praça Asseca que virou Praça Seca
Depois veio o coreto e a vida do bairro continuou girando em torno da praça que já comportou o extinto Cinema Baroneza (com "z" mesmo), mas continua com o mesmo sabor delicioso de descansar nos bancos e apreciar a vida passando.
É ponto central dos carnavais em que todos os foliões vão para lá brincar e desfilar suas fantasias sob a regência de bandas e grandes cantores.
Tem de tudo por lá.
Monotonia é palavra proibida na Praça Seca...
Quer experimentar?
Conheça mais
clicando aqui para ver as fotos antigas, ou aqui para ver a história completa do bairro