BONSUCESSO

Começou a circular o expresso 2222
Que parte direto de Bonsucesso
Pra depois..
Gilberto Gil acertou na mosca que quando disse que é de lá que parte o expresso, aliás vários expressos.
Primeiro local utilizado para escoamento de açúcar e café, as terras  que faziam parte do engenho de Cecília Vieira de Bonsucesso possuiam a capela de Santo Antônio que ficava perto da moenda de cana-de-açúcar. A propriedade era conhecida, nos idos anos de 1754, como Engenho da Pedra de Bonsucesso.
Talvez o nome tenha ficado por conta da sua proprietária, ou não, mas pegou.
De acordo com alguns historiadores ao final do século XIX  chegara a erguer uma capela em homenagem a Nossa Senhora de Bonsucesso  e que ficava em um terreno, doado por Adriano Rocha Costa em 1896, no alto da rua Olga.
A imagem da santa foi desembarcada no porto e trazida em procissão solene, pelos fiéis, até ao novo santuário.

Por causa da influência da Primeira Guerra, o novo dono Guilherme Maxwell resolveu batizar cada nova rua que surgia com o nome dos países aliados que eram contra contra a Alemanha. Daí vieram os nomes de países como a França, a Inglaterra, a Bélgica, a Itália e os Estados Unidos da América. Surgiram assim, respectivamente, a Praça das Nações e as avenidas Paris, Londres, Bruxelas, Roma e Nova Iorque.

É de lá que parte o Teleférico que atende a todo o Complexo do Morro do Alemão

Um dos outros grandes personagens de Bonsucesso era Alvaro da Costa Mello cujo nome aparece em dezenas de prédios que lhe pertenciam.

Foi também no Bonsucesso Futebol Clube que surgiu Leônidas da Silva, O Diamante Negro, um dos maiores craques que o Brasil já teve sendo o inventor do Gol de Bicicleta na copa do mundo de 1938 disputada na Itália

Atualmente é um dos pontos mais importantes da Zona da Leopoldina com farto comérico e opções de lazer e se quiser saber mais sobre este bairro clique aqui



Subpáginas (1): PONTO TEIXEIRA DE CASTRO