FLUINDO MAL‎ > ‎Notícias de 2012‎ > ‎

Notícias de 2012 - 01 - Janeiro

Uma árvore no caminho
31/01/2012 - Algumas horas de chuva foram suficientes para causar transtornos para os turistas que visitavam o Corcovado e que iam utilizar o trenzinho. Uma árvore caiu, afetou 12 postes e danificou a rede elétrica aérea de alta tensão. Os técnicos tentaram acelerar o processo de remoção da árvore e a recuperação dos fios para que a visitação ao Cristo Redentor não fosse comprometida, mas não foi possível. O problema foi que com a ausência dos trens, se formaram filas enormes para os turistas pegar vans e confortáveis mototáxis. Segundo a prefeitura tudo estará resolvido hoje. Bela lembrança o turista vai guardar.

Laudo sim laudo não
30/01/2012 - As tragédias no Rio deixarão, ambos, Prefeito e Governador marcados por um governo em que as atitudes foram menos rápidas que as palavras. Nem tanto por culpa direta, mas as vítimas é que são as vítimas. As chuvas na Região Serrana voltaram a prejudicar Friburgo e os desabrigados continuam na situação de penúria em que estavam no ano passado: o dinheiro não chega e não basta. O desabamento no Centro do Rio expõe uma discussão, entre
síndico e condômino, que a Prefeitura deveria saber para agir: os laudos técnicos TÊM que ser obrigatórios. Os médicos atestam, por laudo, a aptidão, ou não, de seus pacientes poderem trabalhar perante os governos. Assim, os engenheiros devem atestar as edificações, os bombeiros os equipamentos anti-incêndio, a polícia a segurança e daí em diante. O problema é que "alguém" pode querer criar uma taxa antidesabamento, como a taxa do incêndio

A cidade desaba
26/01/2012 - Não é possível prever o número de pessoas que estavam nos 3 prédios que desabaram no Centro da cidade do Rio de Janeiro. Há muita especulação tanto quanto ao número de vítimas e quanto às causas do desastre. Sabe-se que no prédio maior havia um curso em andamento, mas não se sabe o número de pessoas que estam presentes. Parece que houve uma reclamação, anterior à queda do prédio, quanto a um possível cheiro de gás. No entanto o vazamento já poderia ter sido causado por uma ruptura estrutural. O fato é que o Prefeito tem enfrentado uma série de tragédias sérias em sua administração:
-explosões de mais de 35 bueiros e de 1 prédio,
-enchentes,
-duas interdições da Grajaú-Jacarepaguá (uma por desabamentos nas chuvas e outra por uma pedra),
-incêndio na cidade do samba, e no centro da cidade
-problemas Hospital Universitário,
-engarrafamentos históricos,
-acidentes com as barcas,
-acidente com os bondes de Santa Tereza,
-a morte de um turista nos Arcos da Lapa.
Sem contar os inúmeros problemas de trens e metrô
Isso mostra que mais que maquiar a cidade é preciso rever a sua infraestrutura.


A cidade engarrafada
25/01/2012 - Só o Prefeito do Rio não percebe o caos que está no trânsito da cidade. Em dois dias seguidos as filas de veículos eram intermináveis. Na Ponte a culpa foi de um caminhão que ao parar na pista causou um engarrafamento MONSTRUOSO. Sem contar que as manobras nas ruas do Centro continuam causando transtornos. O Prefeito afirma que o sistema melhorou porque o trânsito fluiu melhor, só que esquece que ainda não começaram as aulas e, teoricamente, o sistema viário fica muito mais rápido o que não tem acontecido nestes últimos dois dias. Cabe lembrar que a Perimetral será derrubada e é possível abstrair como será o acesso ao Centro da cidade. O lado bom disso é que ele, o Prefeito, é lembrado todos os dias por milhares de pessoas que estão espremidas nos ônibus, trens e metrô.
A demolição da Perimetral
24/01/2012 - As obras de revitalização da cidade tem poluído a cidade de forma muito negativa. São muitas sendo feitas simultaneamente. Na Lapa parece que tudo está abandonado. O tal SRO (que chamam de BRS) Sistema Rápido de Ônibus, na Av. Presidente Vargas só não foi ao "ar" no dia 23 porque não deu tempo de corrigir o "planejamento" do trânsito na Av Rio Branco, agora com dois sentidos desde a Praça Mauá. O problema é que o trânsito da São Gerardo, e de quem segue pela Rua  Primeiro de Março em direção ao Porto, deixou os motoristas sem saber o que fazer uma vez que não é possível entrar na Av Rio Branco. O caos se estendeu pela  Rodrigues Alves e só não foi pior porque a cidade ainda está no recesso escolar. A Perimetral, com um trânsito de mais de 80 mil veículos desaparecerá...
BRS na Av. Presidente Vargas
18/01/2012 - A Avenida Presidente Vargas terá, a partir do dia 23/01, o novo corredor para o BRS (Bus Rapid System). Não há porque a sigla não ter sido colocada em português como SRO (sistema rápido de ônibus). O fato é que a Prefeitura adotou o modelo copiado de países em que a população não chega a 2 milhões de pessoas, a educação no trânsito funciona e o sistema viário das cidades são muito bons. O Rio tem suas vias públicas com o mesmo número de pistas desde o tempo de Getúlio Vargas e, em alguns casos, teve a quantidade de faixas reduzidas, como na Taquara. A evolução viária foi a Ponte Rio Niterói, o Metrô, as horrorosas perimetrais e as Linha Verde (que vai de Maria da Graça a Av. Presidente Dutra), Amarela e Vermelha. O sistema ferroviário piorou com a extinção da Gare da Leopoldina e o marítimo... Enquanto isso as TRANS-ALGUMA-COISA, ainda sobre pneus, vão tentar solucionar algo que se resolveria com mais uma malha ferroviária de trens ou metrô. É uma cidade retrô!
PREFEITURA DO RIO CONTRA AS VANS
16/01/2012 - A Prefeitura do Rio de Janeiro, atendendo às necessidades dos grandes empresários de ônibus, resolveu por em prática a limitação da circulação da vans em até 7KM. A população deve se mobilizar para impedir que a Secretaria Municipal de Transportes impeça de as vans chegarem ao CENTRO da cidade.
A pergunta chave!
13/01/2012 -A reportagem de Maria Luíza de Melo, publicada no JB de ontem, 12/01, sobre o drama das famílias vítimas da tragédia da Região Serrana é absolutamente conclusiva e reflete o tipo de governantes inaptos estão no controle das cidades. Em resumo a reportagem diz que serão construídas 2.166 casas em Nova Friburgo, 4.334 em Petrópolis e Teresópolis até 2013, mas esse total está previsto para ser entregue a parte das 7.273 desabrigadas. Só que a conta não fecha: são 6.500 casas para 7.273 famílias desabrigadas. E aí está a pergunta chave feita pela repórter do JB: E AS OUTRAS 773?
Leia a reportagem na íntegra no site
Jornal do Brasil
NADA MUDOU!
12/01/2012 -Os moradores da Região Serrana do Rio, das cidades de Teresópolis e Nova Friburgo, farão uma manifestação hoje, dia 12, para cobrar as promessas feitas, há um ano, pelas prefeituras. Segundo os "governantes" a proposta era entregar casas e efetuar obras de prevenção a desastres naturais.  Apesar de, segundo o Governo Federal, haver sido investido R$44 milhões no estado do Rio o cenário de destruição parece o mesmo. Prefeitos e vices foram afastados, outros interditados e a população sofre, agora em Sapucaia, com mais uma tragédia. Um relatório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ) mostrou que em 2011  apenas 8 obras foram iniciadas apesar de a indicação de áreas de risco ter sido bem maior (algo perto de 170).  E sofrimento continua!!

ORDEM e PROGRESSO?
10/01/2012 -Os BRS nem serão alvos das críticas de hoje uma vez que há um problema muito maior que os governos municipais e estadal não solucionam. Já faz mais de um ano que as chuvas colocaram a Região Serrana em um cenário de com milhares de mortos. Na semana passada o Governador afirmou que precisaria de mais um ano para corrigir os problemas dos locais atingidos em 2011. Nas enchetes deste ano já são mais de oito mortes e as obras prometidas ou não saíram do papel, ou não foram terminadas. A presidente esteve aqui em 2011 e liberou as verbas, agora alguns minisitros sobrevoam as regiões atingidas para verem o estrago, mas o lema de Augusto Comte em nossa bandeira parece esquecido por alguns governantes: O amor por princípio, a Ordem por base e o Progresso por fim. TRISTE!

BRS - O HORROR NA CIDADE
09/01/2012 -A cidade volta à normalidade, mas quem precisa de ônibus vai sofrer com os engarrafamentos MONSTRUOSOS, como hoje na Francisco Bicalho e Perimetral.  Para quem vai de HELICÓPTERO para o trabalho, talvez não perceba o  gigantismo do problema causado com esta idéia absurda de corredores de ônibus em que os pontos ficam a mais de 300m um dos outros. Se um carro entra no corredor é multado. Se um ônibus sai é multado. Se um táxi tenta deixar um passageiro em um corredor é multado. Ou seja, o corredor é para os ônibus que não respeitam os passageiros e deixam muitos à pé. A GRANDE e FABULOSA idéia do prefeito é muito ruim. O Sansão de hoje está longe de ser um herói do povo. E AINDA QUEREM ACABAR COM AS VANS
A volta dos Bueiros-Bomba
06/01/2012 -Nesta quarta-feira o Tribunal de Justiça (TJ) do Rio de Janeiro foi sacudido por uma explosão. Quando se pensou que tudo estava mais calmo, três bueiros explodiram na calçada da Av. Erasmo Braga, em frente ao TJ, no Centro. Segundo a Light os tais bueiros foram inspecionados em dezembro e não havia sido encontrado risco de explosão ou de vazamento de gás. A rede subterrânea que passa pelo TJ está no projeto da CEG para obras de infraestrutura. Já pensou explodir o tribunal?

25/01/2010 Av Princesa Isabel com N. Srª de Copacabana, em Copacabana: 2 feridos.
26/02/2010 R. Santa Clara, Copacabana: 113 ap, 255 lojas sem luz
08/03/2010 R. do Ouvidor com Uruguaiana, no Centro: 2 feridos
09/03/2010 Av Presidente Vargas, no Centro:  Ruas sem luz
30/03/2010 R. do Ouvidor, no Centro. Não houve feridos.
29/06/2010 R. República do Peru com N. Srª de Copacabana, em Copacabana: 2 feridos.
06/07/2010 R. Figueiredo Magalhães, em Copacabana. Um táxi avariado
14/07/2010 R. Visconde de Pirajá, em Ipanema: Sem feridos
11/08/2010 R. Visconde de Pirajá, em Ipanema: Sem feridos
14/09/2010 R. do Senado, no Centro: Não houve feridos
14/09/2010 R. Frei Caneca, no Centro: Não houve feridos
29/09/2010 R.  Honório de Barros, com Osvaldo Cruz, no Flamengo: Sem feridos
28/10/2010 R.  Honório de Barros, com Osvaldo Cruz, no Flamengo: Explodiu outra vez
22/02/2011 Av  Rio Branco com Rua Nilo Peçanha, no Centro: Sem feridos
01/04/2011 N. Srª de Copacabana, em Copacabana: Um táxi destruído
27/04/2011 R. Santo Afonso com General Roca, na Tijuca: Sem feridos
03/05/2011 R. Marquês de Abrantes, no Flamengo: Sem feridos
23/05/2011 R. do Riachuelo, no Centro: Sem feridos
01/06/2011 R. Gomes Freire com Constituição: Fachada destruída
19/06/2011R. Conde de Bonfim, Tijuca: Um ferido grave
25/06/2011 R. Constante Ramos com N. Srª de Copacabana
 28/06/2011  R. Senador Vergueiro, Flamengo: 3 orelhões destruídos
 01/07/2011  R. México esquina com a Av. Nilo Peçanha: Fumaça
 04/07/2011  R. Assembléia, Carioca, Nilo Peçanha e Uruguaiana: 3 feridos
 05/07/2011  R. Sete de Setembro com Av. Passos : Sem feridos
 16/07/2011  R. Real Grandeza, Botafogo: Fumaça
 18/07/2011  R. Camuirano com Voluntários da Pátria: 1 ferido e fachada da loja destruída
 20/07/2011  Av. Rio Branco com Mayrink Veiga, Centro: Incêndio
 19/08/2011  Av. Vieira Souto com Rua Paul Redfern: Explosão
 08/09/2011  R. Buenos Aires, Centro: Fumaça
 08/09/2011  R. Hilário de Gouveia com N. Srª de Copacabana: Fumaça
 12/09/2011  R. Barata Ribeiro com Raimundo Correia, em Copacabana: Fumaça
 03/10/2011     R. das Laranjeiras: Explosão de dois bueiros, sem feridos
 04/10/2011 Av. Bartolomeu Mitre, Leblon: Fumaça
 06/01/2012 Av. Erasmo Braga: Explosão


Transposição de Pernambuco
05/01/2012 - Em 2011 foi assim a divisão dos recursos contra desastres naturais: PERNAMBUCO (estado do Ministro da Integração Fernando Bezerra), R$98 milhões para 8 projetos; SÃO PAULO, R$40 milhões para 8 projetos, RIO DE JANEIRO, R$0 (ZERO), apesar da trajédia da Região Serrana uma das maiores da nossa história.
Em 2012 será assim: PERNAMBUCO 11,6% dos recursos,
RIO DE JANEIRO, 10,4%
e SANTA CATARINA 4,4%.
Ainda bem que a Presidente Dilma Roussef interveio e decretou que todas as liberações para enchentes tem que ter o aval da Ministra da Casa Civil, a paranaense Gleisi Hoffmann, que negou ter recebido essa incumbência.
São Conrado e o buraco
04/01/2012 - Dois anos. É o tempo que este buraco está aberto em um dos cartões postais do Rio de Janeiro: a Praia de São Conrado. A prefeitura já fez inúmeras promessas de consertar o local que tem um IPTU bem elevado. O pior é que não há nenhum sinal de que vá acontecer alguma obra e o risco de acidente é bastante alto. Mas se nem a Região Serrana, que houve mortes, foi consertada (e o governador afirma que ainda vai levar mais um ano para corrigir os estragos de janeiro 2011) porque tapar um buraco que não houve vítimas. Cada povo tem o governante que merece. Isso é verdade!
Foto do leitor Rafael Rodrigues dos Santos, publicada em 30/12/2011, na coluna EU-REPÓRTER seção Bairros.com, Zona Sul, do Globo online.


BRS: bom para os empresários
03/01/2012 - O BRS (Bus Rapid System)- Sistema de Ônibus Rápido, foi implantado na Rua Primeiro de Março e na Avenida Rio Branco. Apesar da proposta do "rápido" o que se vê são inúmeras filas intermináveis de ônibus tentando achar, ou aguardar, seu local de parada. Por conta desse tempo perdido para entrar no box, muitos ônibus passam direto sem parar nos pontos deixando os passageiros a pé. Na Av. Rio Branco as duas faixas para os coletivos, não foram suficientes e criaram uma terceira faixa provisória para melhorar o fluxo.E quando voltar as aulas qual será a solução que a prefeitura vai dar? A coisa PIOROU.